“Nossa, mas o sabor é idêntico!”. Quantas vezes nós ouvimos isso quando alguém experimenta um doce sem o uso do açúcar? Cada vez mais expostos nas prateleiras dos supermercados e lojas de alimentos naturais, os produtos diets são alternativas deliciosas para quem procura evitar o consumo do açúcar refinado no dia a dia, mas não abre mão de um docinho no lanche da tarde ou nas sobremesas. Por isso, descubra quais são os alimentos sem açúcar mais benéficos para a sua saúde!

Seja geleia, chocolate, gelatina ou iogurte, os alimentos diets não possuem ou têm a quantidade reduzida de algum ingrediente, portanto, eles podem ser livres de açúcar, calorias, sódio ou outras substâncias, de acordo com a premissa oferecida pelo produto. Por isso, é tão importante ler os rótulos antes de consumir. Segundo a nutricionista Cristiane Coronel, antes de designar os melhores alimentos diets para nossa saúde, é necessário entender a diferença entre os produtos diets e light:

“O alimento diet é aquele que teve algum componente (açúcar, sódio, carboidrato, glúten, por exemplo) retirado completamente de sua produção. É um grupo de alimentos que não é somente indicado à pacientes diabéticos e sim para outras restrições de ingredientes também. Já o produto light é aquele que apresenta no mínimo 25% menos calorias do que sua versão normal, sem necessariamente cortar algum ingrediente”, analisa a profissional.

Dietas restritivas – Os alimentos diets, são mais indicados para restrições alimentares, visto que os consumidores podem ter, por exemplo, alergias ou intolerâncias ao glúten ou outra substância, surgindo assim a necessidade da indicação para cada necessidade específica. Cristiane Coronel separou os 7 melhores alimentos para o seu dia a dia. Confira!

7 alimentos dietéticos para sua alimentação saudável

1 – Iogurte natural funcional: Ele, por si só, é uma fonte natural de proteínas, probióticos, minerais como cálcio e magnésio. “Sua fórmula original não possui açúcar e existem também opções com redução de gorduras. Excelente para comer no café da manhã ou lanches pois sacia e fornece bons nutrientes”, indica a nutricionista.

2 – Chocolate amargo: Segundo a Dra. Cristiane, o chocolate sem açúcar é um dos maiores representantes do grupo dos diets. “Indicado para diabéticos, que precisam diminuir os níveis de glicose, o chocolate diet não é necessariamente menos calórico do que a versão normal, porque para compensar a troca de açúcar por adoçante na produção, o que muda a textura do alimento, os fabricantes costumam aumentar a dose de gordura”, analisa.

3 – Pão sem glúten: Também é considerado um alimento diet, pois não contém glúten no produto. “Porém nem sempre é indicado por diabéticos. As outras farinhas existentes no composto, podem ser de alto índice glicêmico, podendo aumentar a glicemia”, alerta a especialista.

4 – Gelatina: Embora seja um alimento conhecido por suas baixíssimas calorias, a nutricionista alerta que, para a gelatina ser saudável, é necessário escolher a versão sem sabor e sem corantes: “Preparar com as folhas ou gelatina em pó normalmente e completar com suco natural. Muitas vezes não é necessário adoçar, mas dependendo do sabor, pode-se usar Xilitol ou adoçante de forno e fogão”, explica Cristiane Coronel

5 – Leite de coco: Não possui sódio, açúcar e nem as proteínas do leite de vaca, sendo uma boa alternativa para os intolerantes à lactose. “Pode ser usado em muitas receitas como substituto do leite. Rico em proteínas e boas gorduras, o leite de coco também possui atividade anti-inflamatória no organismo”, analisa a nutricionista.

6 – Paçoquinha: Excelente opção para matar aquela vontade quase incontrolável de comer doce sem ter açúcar no produto. “A paçoquinha diet possui boas fontes de gorduras e proteínas. Pode ser indicado para dietas restritivas em açúcar como também para dietas de emagrecimento”, indica.

7 – Geleia: Livre de açúcar, esse alimento pode compor o café da manhã, lanche e até a sobremesa. “Geralmente são adoçadas com stevia, sucralose ou concentrado de suco de uva, como as geleias francesas. Também não são produtos que devem ser livremente consumidos por diabéticos, pois possuem carboidratos e açúcar natural proveniente das frutas, como a frutose”, finaliza a nutricionista.

*Cristiane Coronel (CRN1-4551) é nutricionista clínica e esportiva funcional e disponibiliza o seu site para contato e outras informações: Corpo Nutri.